Terça-feira, 1 de Dezembro de 2009
Junta de Mões: Alguém vai ficar a tempo inteiro?

A nova Junta de Freguesia de Mões, presidida pelo Sr. Jorge Soares, tomou posse e iniciou de imediato algumas alterações de fundo! Trocou a senhora da limpeza dos sanitários públicos!

A seguir discutiu quem iria ficar a tempo inteiro: o Presidente? A Secretária? O Tesoureiro?

- Bem: o melhor é ficarem dois a meio tempo! Pensaram os novos autarcas. Pelo menos assim resolve situações de momento a dois e o presidente tem sempre maioria nas deliberações, pois se estiverem dois do mesmo lado, o outro não tem nenhum peso nas votações!

 

Será que foi assim que os novos autarcas pensaram?

Será que o orçamento da Junta continua a chegar para pagar esses meios tempois, ou esses tempos inteiros aos autarcas?

Andarão ainda a pensar como deverão fazer para não beliscar os seus apoiantes?

E a promessa interna a uma sua apoiante de que iria trabalhar para a Junta?

Afinal quem é que vai trabalhar para lá? Uma ou outra?!

 

Como cidadão da Freguesia de Mões só queria que as coidsas corressem bem e que quando precisasse de um atestado não fosse preciso esperar uma semana!!

 

O tempo em que os presidentes da Junta se dedicavam desinteressadamente ao trabalho autárquico parece que foi abandonado há, pelo menos, 12 anos. «Atrás de mim virá quem me louvará» - diria o  nosso povo!

 



publicado por reinadodemoes às 14:05
link do post | comentar | favorito

7 comentários:
De corsario a 1 de Dezembro de 2009 às 18:58
Se a junta trocou a senhora da limpeza ,é porque deve ter alguma razâo para o fazer,ou talvez nâo...
Serà que foi mais umas das promessas eleitorais?
Espero que a junta trabalhe para os interesses da nossa terra e nâo entre em favorecimentos a pessoas .


De pirata a 4 de Dezembro de 2009 às 18:59
Pelos vistos avia pessoas enteressadas no lugar da limpesa. Mas o prsidente da junta se calhar nem foi ele aue decidio isso. Foi por lá os acessores que ele tem e que querem também mandar. A governar assim vão parar por perto. Mas inda é cedo. Daqui a 4 anos vão estar acabados.


De D.SEBASTIÃO a 14 de Dezembro de 2009 às 16:26
É lamentável, e falo como Socialista como sempre fui e que nas últimas eleições tornei a votar. Primeiro a promessa do Sr.Fernando que iria acabar com o despesismo, e lá manteve os mesmos Vereadores a tempo inteiro, e aumentou o STAF do seu Gabinete com genros , sobrinhos, etc.
Segundo: Em Mões o senhor Jorge Soares, como medidas prioritárias, mudou a senhora das limpezas (sem sequer promover propostas) e impediu o professor Marco de entrar nas Instalações da Junta de Freguesia, pessoa que todos reconhecemos, quer Socialistas quer PSDs , como de bem e competente ,e que desde o tempo do professor Rui tem ajudado as pessoas da Freguesia, tratando mesmo de assuntos diversos que nada tinham a ver com a Junta. É certo que ele é o principal culpado de o senhor Jorge Soares ser o Presidente, pois caso o desejasse seria ele o natural e mais capacitado Candidato e mais que certo Presidente, agora tal como todos nós terá que aguentar este Presidente, esperamos , no máximo, por quatro anos.-Lamentável


De Abílio a 26 de Dezembro de 2009 às 23:25
Lamento, por Môes, terra que sempre soube escolher bem os seus autarcas, mas passados quase dois meses já andarem na boca do Povo comentários desta natureza, algo está mal. Não é costume o povo reclamar tão cedo; se o faz, não é um bom sinal. Não voto no Concelho mas só agora nas festas do Natal soube que um familiar meu foi abordado para votar no actual presidente, pela esposa dele, servindo-se do facto de ter ido ao funeral de um familiar nosso. Estava eu longe de pensar que na política também se serviam dos sentimentos das pessoas e de momentos de dor. Não conheço pessoalmente o actual Presidente nem a esposa; só que despois disto não quero mesmo conhecê-los!


De Agostinho a 4 de Janeiro de 2010 às 19:36
Caro Abílio, não foi só você que nesta quadra de Natal teve conhecimento das peripécias da propaganda autárquica. Ouvi relatos, alguns iguais aos que expôs, mas outros diferentes que denotam situações graves. Independentemente do Partido que ganhe, - e essa escolha cabe ao povo - penso que a campanha deve ser um espaço sério e com o mínimo de ética. Baixo, muito baixo é utilizar os parcos conhecimentos que a gente da nossa terra tem para, por esse meio tirar benefícios políticos. Por fim ficarei na dúvida: quem na campanha não tem vergonha nem seriedade, será que vai tê-las quando estiver no poder? A ver vamos....


De Laura a 11 de Janeiro de 2010 às 20:44
Eu de facto não imaginava que andasse na campanha gente "pirada". Aquela de dizer votem no meu marido que ele é um bom pai, é um bom marido e é um bom filho", esqueceu-se de dizer que era um bom tio e um bom sogro! Mas o cúmulo dos cúmulo foi pedir o voto para o marido porque a outra candidata já era rica e eles tinham os netos para criar. Sabia bem que o marido tinha que ser Presidente para enriquecer: Nobres objectivos para o cargo de servir Castro Daire.


De Aristides a 2 de Fevereiro de 2010 às 10:50
Então reinado, perdeste a língua, ou ficaste desorientado com as verdades dos comentários?. Não tomes as dores pelos visados que isto não os afecta nada. Lá diz a cantiga " se perderdes a vergonha, nunca mais a encontrais".


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

As «guerras» internas no ...

PSD Castro Daire - Respos...

FOI E SERÁ, CERTAMENTE, U...

E a escola das Termas do ...

O Melhor espaço público d...

FERNANDO CARNEIRO FEZ UM ...

S.O.S - Bombeiros em esta...

A SAÚDE NO CONCELHO DE CA...

Mões vai perder um médico

Feira Medieval de Mões

arquivos

Maio 2012

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds