Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010
Já ganharam três! Qual vai ser a quarta?

Por vezes ouvem-se afirmações que até nos levam a pensar que os elementos do Partido Socialista de Mões e arredores dizem as coisas duma maneira tão simples e directa que ninguém reflecte naquilo que ouve.

Vejam bem: «já ganhámos três...» o que sugere que estão a pensar ganhar mais!

Eu pus-me a pensar quais terão sido as tais «três». Imagino que sejam a Junta, a Câmara e a Associação de Pais da Escola de Mões. Bem... Estas foram efectivamente ganhas pelo Partido Socialista, embora a Associação não devesse ser considerada dessa maneira.

Essas mentes perversas, qual «polvo» controlador da TVI, nem se apercebem que ao dizerem isso se expõem a críticas e a deduções pouco desejadas e que se expõem a ouvir «umas verdades» que mais tarde lhes hão-de trazer prejuízos políticos acentuados. Consideremos que é legítimo querer conquistar todo o poder disponível. Será mesmo importante ter o poder todo, controlar todos os locais onde há movimento de pessoas? Todas as associações?

Creio que não e que não é bom para a nossa democracia como temos vindo a constatar mesmo a nível nacional. É preciso haver diversidade de opiniões e não pode haver jogos de influências sempre no mesmo sentido. Isso prejudica as instituições. O Partido Socialista de Mões e arredores, ou melhor, os dirigentes do Partido Socialista de Mões têm de saber estar no meio e conviver com as situações de forma isenta. Conquistar o poder pode ser um objectivo, mas saber gerir esse poder requer muita sabedoria para que as instituições não venham a ser prejudicadas.

Fala-se que a próxima conquista irá ser a Filarmónica, daí que até o Presidente da Junta já foi para lá tocar.

O Povo de Mões sempre respeitou e preservou a sua Filarmónica de determinados rótulos. Esperemos que a «nossa banda» não passe por isso e que agregue  em si todas as forças vivas cá da terra, que bem precisa delas. A Direcção terá de saber cumprir e respeitar esses princípios, sob pena de não cumprir com rigor o mandato para que foi eleita.

Quanto a nós, vamos estar atentos, pois diz-se que não é só a banda que está em perigo de ser «dominada». Fala-se na Casa do Povo, na Igreja...

Nós voltamos a insistir que o que é preciso é trabalhar para o bem das instituições e das pessoas...

Por agora ficamo-nos por aqui. Esperamos não ser preciso «tocar o sino a rebate»!



publicado por reinadodemoes às 00:29
link do post | comentar | favorito

10 comentários:
De Rocha a 16 de Fevereiro de 2010 às 20:52
Gostaria de lhe transmitir que faço parte da Associação de Pais e Encarregados de educação de Mões . Não me parece que até ao momento alguém lhe queira impor uma cor politica. Bem eu falo por mim até porque eu fui e sou um critico construtivo seja de quem quer que seja. Também não sou inocente, já percebi que muita gente só se interessou pela dita associação até ao fim das ultimas eleições o que é pena. Bom da minha parte continuo a entender que muito temos que aprender para atingir a perfeição, mas de facto criticar no anonimato é sempre muito fácil.


De Fisgas a 16 de Fevereiro de 2010 às 21:49
Não é escuro para ninguém que a vossa Banda serviu anos a fio como veículo de propaganda politica. Agora porque o presidente de junta foi para a Banda é para a controlar? Os rosas são uma mer**. Vós Laranjinhas sois os maiores. Até parece que até ao dia 11 de Outubro não controlavam tudo o que havia nessa terra....


De Lanranjinha a 17 de Fevereiro de 2010 às 11:34
«Os rosas são uma mer*» - eu não concordo contigo nesta afirmação, agora no que diz respeito a controlar, está bem às vistas que o objectivo «parece» ser o controle de tudo o que mexe. Por mim até podem controlar desde que façam alguma coisa de jeito! como não sou da banda, não gosto desse tipo de música, que se lixe. Acho mal é misturarem uma associação como a banda com essa coisa da política. Mas ouvi dizer que a Junta queria era tirar a banda daquele espaço e dar-lhe outro espaço na antiga escola. Parece-me que isso é mais um engodo desta Junta. Agora, ao que sei, a banda tem uma sede com direitos adquiridos há mais de quarenta anos. Se mudar de lugar, para onde vão esses direitos? Só se a Direcção for ingénua é que se deixa levar nesse engodo.


De Figueiredo a 16 de Fevereiro de 2010 às 23:16
Bastava que desandassem meia dúzia que os têm no sítio e andam lá na banda ,para ela ir ao ar num ápice! Nem S. Bento lhe acudía. Juízo, meninos, cada coisa no seu lugar. Lá por termos ganho muito, a honra anda rasteja!


De anonimo a 17 de Fevereiro de 2010 às 11:40
O facto do PS querer apoderar-sde do poder na Filarmonica, na Igreja e na Casa do Povo, não me parece estranho, uma vez que estes anos todos foi o PSD, que renou e isso está a olhos vistos de toda a população de Moes, não percebo o espanto, ou será que alguem tem medo de perder o pelouro e as regalias que até agora têm vindo a ter.......

congelado | discussão

De Abel a 18 de Fevereiro de 2010 às 11:37
Ao longo destes anos, pelo que me apercebí, quem ocupou cargos nas instituições referidas esteve à altura. Não trabalhou de acordo com a cor partidária mas antes para toda a comunidade. Houve alturas que não apareciam pessoas disponíveis para os cargos. É que é preciso trabalho e dedicação de uma forma abnegada e gratuita. Não pode ser quando chega o "cheiro "a outros palcos que as pessoas se aproximam. Não sou filiado em partidos, mas perdoe-me referir que foi uma vergonha o que se passou na escola de Mões. Precisamente por causa da política.Salta à vista que os pais em causa só têm vantagem relativamente a todos os pais dos restantes aliunos, porque são socialistas. Não quero imaginar como se sente esse director, mas que essa "borrada" foi falada em Viseu, em Guimarães e em Alcobaça, isso foi. É pena, a Escola devia ser uma instituição onde não devia entrar política. Pobres destas crianças e Jovens!


De reinadodemoes a 17 de Fevereiro de 2010 às 22:52
Recebemos um comentário injurioso, mal-educado e sem um nível de linguagem compatível com este blog. Guardamos esse comentário mas não o publicamos. Lembramos os nossos leitores que é salutar o confronto de opiniões e de ideias. Tudo é possível discutir sem se cair no ridículo da má educação. Ser do PS ou do PSD é natural! Querer ganhar a Junta, a Câmara, o Governo... tudo isso é compreensível e aceitável. Querer tratar mal os outros só porque são de outro partido político, isso nós não caucionamos. A nossa freguesia precisa do trabalho e do esforço de toda a gente, pelo que é deplorável que se atropelem princípios só porque uns são de um partido e outros são de outro.
Comentem, mesmo de forma anónima, mas com o mínimo de razoabilidade e de sustentabilidade de opinião. Isto vale para todos os comentários, quer sejam de direita ou de esquerda.
Obrigado

congelado

De moess a 22 de Fevereiro de 2010 às 23:02
pensava que os "virus" eram quem mandava em Mões!!!
O qualquer general está identificado, e têm grandes tanques a porta constantemente. será que estão a preparar um golpe de estado?
Quem não vos conhecer que vos compre!!!
Está a feira medieval a porta, os roxinois já estão a espera que o rei lhes pague, para tirarem férias!!!

Ha quem diga que para o centro do dia já se está a preparar mais um lugar, avaliar pelo ultimo tanque que tem estado a porta! vamos aguardar e no momento certo falar!

ps. Não publiques, já que te vai atingir, mas pensa e na altura certa falamos!

congelado

De reinadodemoes a 24 de Fevereiro de 2010 às 17:39
Agora sim, agora os comentários começam a ficar «com nível»! Parece que o interesse dos leitores deste blog foi finalmente recuperado!
Mas porque será que o interesse vai sempre para aquilo que não é essencial? Porque será que a atenção vai sempre e apenas para o que é acessório?
O Post insiste na «grande imaginação» e nos «objectivos» do PS de Mões e arredores! Os comentários não devem, portanto, desviar-se desse tema! Ou os leitores do Blog pensam que a pequena intriguice é que é importante? Nós não vamos entrar por aí e nem vamos deixar o blog caminhar nesse sentido.
Cumprimentos e comentem sempre


De D.Sebastião a 2 de Março de 2010 às 15:56
O vencedor pelo Partido Socialista, se calhar era o menos mau candidato a apresentar, e o candidato do PSD era o único disponível, mas outras guerras virão com novos protagonistas, para o bem da Freguesia de Mões, que não quer que a Junta se torne um parque infantil e que seja um garante apenas de mais um salário para quem ganha pouco e o sustento de quem foi despedido(a) , sabe-se lá porquê...........


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

As «guerras» internas no ...

PSD Castro Daire - Respos...

FOI E SERÁ, CERTAMENTE, U...

E a escola das Termas do ...

O Melhor espaço público d...

FERNANDO CARNEIRO FEZ UM ...

S.O.S - Bombeiros em esta...

A SAÚDE NO CONCELHO DE CA...

Mões vai perder um médico

Feira Medieval de Mões

arquivos

Maio 2012

Julho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds